Pesquisar este blog

AVATICATA VIDEOS E PRODUÇÕES

Loading...

terça-feira, 29 de setembro de 2009

driving me mad is driving me mad is driving

O que aconteceria se alguém tivesse a ideia de coverizar algumas coisas do Abbey Road em formato jazz? Seria doido? Seria irado? Foi Benson, meusamigos, George Benson.



The other side of Abbey Road é um álbum muito foda. Ouvia ontem, voltando da faculdade com Gabriel dos Teclados, de forma que recordei umas breves audições que tinha feito no passado remoto. O álbum está aqui em algum dvd desses de discografias e apêndices.

É irado o que esse puto faz. Os arranjos, a mudança no clima das músicas, a voz e a pegada de guitarra inconfundível do mestre note by note. Além disso, mostra o cuidado e o carinho de um profissional por outros, os Beatles, no caso, porque é muito claro o nível de compromisso com um trabalho bem feito e bem produzido.

Não é pra sacudir, é pra sentar e ouvir, de preferência numa noite em que o mundo não esteja tão presente nas suas decisões e você, com seu umbigo, precisar de uma trilha sonora.

http: //rapidshare. com/ files / 198437375/ A_M_3028. zip

domingo, 13 de setembro de 2009

só sade soma à minha cisma

acabo de ser muito ousado.
coloquei uma lasanha no forno não por quatorze minutos, como recomendado, mas por quinze minutos e dez segundos.
veja que não foram quinze minutos, apenas, como se eu quisesse me livrar do fardo.
foram quinze minutos e dez segundos, ou seja, dez segundos que contabilizei necessários para conquistar minhas intenções ainda habitantes do meu inconsciente.
quando abri o fogão era a perfeita cobertura gratinada.
uma sensação incrível, vou te contar.

algumas vezes esse tipo de texto confessional é constrangedor.
mas aí eu teria de inventar uma distância e criar um discurso mais elaborado.
seria estranho.

agora estou deixando o fluxo dos meus pensamentos ditarem o conteúdo do tópico sem uma ordenação básica.
já aí criei uma ordenação: o caos ordenado.
senão não conseguiria pensar sobre ele.
merda.
como tudo é tão previsível.

a bienal do livro está um lixo.
e acho que câmeras digitais são servos do demônio.

por conta disso, lembrei de como velhos que andam em ziguezague podem ser estressantes.
principalmente se você quer chegar rápido a um lugar.
você joga pra esquerda, ele cai pra esquerda, você freia, joga pra direita e ele de repente faz que vai, junto, e você vai pra esquerda, mas ele resolveu ficar, era só impressão sua, aí você esbarra, ele te olha cheio de ódio por você não o perceber como algo tão frágil no caminho e você diminuido por aquele olhar se desculpa, olha ainda pra trás uma vez, pra vê-lo destilar ódio e gestos de decomposição, e então segue, atrasado e infeliz...

tá querendo virar Füher?
Não. Deusolivre.

linguagem teatral. encena. em cena. eu.
fazer o quê mais?
espaço umbilical.

you could come
and you would cum
cos if you came
is cos you can

right?
high five.